sábado, 29 de março de 2008

De que lado você samba?


"Os Radicais não têm escolha!"

.

Raimundo, Dea e a rapa que faz ativismo social lá nos Alagados mandam seu cartão de aniversário, não da "Roma Negra", mas do lado que lhes coube da nossa metrópole.

Eu, daqui, mais um resistente da Bahia Preta, somo meu manifesto-protesto.

Enquanto isso, que decisão é tomada na na sala de justiça:


"Nosso estado é destaque nacional no sentido do nascimento, ascensão e permanência das oligarquias, da arbitrariedade, da muito má distribuição de renda e dos grupos de extermínio dos miseráveis. Nossa cidade é um dos tentáculos deste polvo chamado estado. Nosso país também é o Brasil. O estado é a Bahia; a cidade é Salvador, sua capital. O bairro onde Marta, nossa soteropolitana legítima, que não é a Suplicy, entoca seus troços e descansa a carcaça velha de guerra chama-se pura e simplesmente Pela Porco. Seu barraco não precisa descrição, pense numa dessas peças que compõem a arquitetura das humilhações que estruturam umas quantas vizinhanças desse país. Esta é a história de uma mulher de família num lugar onde nem tudo é carnaval, capoeira e magia. Você já foi à Bahia Preta, nêgo? Então, venha pra ver só!"

(Trecho do conto A mãe dos filhos das Putas - meu)

Nelson Maca

2 comentários:

rodrigo ciríaco disse...

salve maca,

o poema é meu sim. tô na casa da minha namorada, quando for para a minha eu te envio, com o maior prazer.

anota meu emeio aí:
rodrigociriaco@yahoo.com.br
ou
rodrigociriaco@gmail.com

tem os fones ainda:
(11) 6215-4323
(11) 9457-6708

qualquer coisa, liga nóis.
abraço guerreiro.

rodrigo

Nelson Maca disse...

Valeu, Man!