domingo, 26 de dezembro de 2010

Sarau Bem Black: Última Édição... de 2010

.
.
Sarau Bem Black
:: fechando 2010 com alto vigor poético ::

.
Sarau Bem Black se d
espede de 2010
com
muita poesia e ao som de Michael Jackson


Realizado semanalmente no Sankofa African Bar, Pelourinho, o Sarau Bem Black fecha o ano em clima festivo. A edição desta quarta (29/12) do evento idealizado pelo coletivo Blackitude convoca os poetas cativos e os visitantes a vestirem branco e trazerem seus poemas para dividir com a plateia.

O Sarau é conduzido pelo poeta e professor de literatura Nelson Maca e pelo rapper Lázaro Erê, do grupo Opanijé, que alternam suas performances com convidados e com participação do público, a partir das 20h. A entrada é gratuita.
Como sempre, a noite começa com os rappers Lázaro Erê e Rone Dundun, fazendo uma saudação a Exu. E segue com as poetas mirins Luiza Gata e Lucinha Black Power.

.

Nesta quarta, o momento Erê ganha reforço de outras crianças do grupo Este Tal Recital, que realiza o Sarau Bem Legal na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato. A noite continua no clima descontraído, revezando poemas e canções. Para o último Sarau de 2010, o DJ residente Joe homenageia Michael Jackson. O evento recebe como convidado o Mc Daganja e contará com apresentação de break do B.boy Ananis e da B.girl Tina, além da grafitagem ao vivo com Lee27 e Neuro (19h).

“A noite procura celebrar um ano cheio de bons momentos do sarau...”, afirma Nelson Maca, idealizador do projeto. Ele destaca, por exemplo, as presenças de artistas como o rapper brasiliense GOG, o escritor paulista Sérgio Vaz e o mexicano Alejandro Reis, que passaram pelo evento em 2010.


SERVIÇO

Evento: Sarau Bem Black – Última edição de 2010

Quando: quarta-feira (29/12), a partir das 19h

Onde: Sankofa African Bar (Rua Frei Vicente, nº 7, Pelourinho)

Convidados: Daganja (Rap), Opanijé, Lee27 & Neuro (Grafite)

Grátis

Venha e traga seu poema!
A Vibração Poética da Blackitude é Positiva!


Assessoria de Imprensa: Ana Cristina Pereira (9176-5755)
Informações: Nelson Maca (9130-4618)

.

Obs1. Faremos um lanche coletivo. Para tanto contamos com sua colaboração no sentido de trazer algum rango e também uma espumante, sidra ou champangne, para fazermos um brinde. Mas não é obrigatório, certo?

A entrada continua sendo Free / Livre / DiGratis!

Obs2. Outras bebidas, por questões éticas, devem ser evitadas, pois, afinal, estamos num bar, né não?

Obs3. Sugestão: vir de branco! Não obrigatório

Com Respeito,
Nelson Maca

.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Blackitude = 2 x Sarau!!

.
.
Nesta semana tem Sarau em dobro.

Vamos lá então:


1. Sarau Bem Black*

.

Sankofa African Bar - Pelourinho

Quarta - 15 de dezembro
19:00 - Video: "Sarau da Cooperifa"
20h - Início das poesias / ao vivo

* Microfone aberto à platéia



2. Sarau Bem Legal*

.

Biblioteca Monteiro Lobato - Nazaré

Domingo - 19 de dezembro
10h - Graffiti com Lee e Neuro
11h - Poesia com "Este Tal Recital"

* Microfone aberto à platéia

Venha e traga seu poema

.


A Vibração Poética da Blackitude é Positiva!!

.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Lançamento / Noite de autógrafois!

.
.
Lançamento CD
Jairo Periafricania!

.


O Sonho não envelhece

Cooperifa.SP
Quarta feira / 08.12 / 20h30

Tô totalmente junto com esse cabra!!
Só sucesso é o que desejo a esse irmãozão!

Logo detalhamos essa demanda por aqui, certo?

Nelson Maca - Blackitude.Ba

.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Sarau Bem Black: A Poesia Continua!

.
.
Sarau Bem Black
Sankofa African Bar

Quarta feira - dia 08 de dezembro
19h:30min - concentração
20h - Poesia... Muita Poesia!


Com Nelson Maca, Iara Nascimento, Lázaro Erê, Luiza Gata
Lucinha Black Power, Robson Véio, Rone Dundum e Amigos

Dj Joe toca "RZO" (Rap)

Participação
MC Freeza (oquadro/ Ilhéus)

Microfone aberto aos poetas da plateia!

Venha e traga seu poema...
A Vibração Poética da Backitude é Positiva!



.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Confesso que vivo!

.
.
Nelson Maca na webtvuneb
Especial Consciência Negra
.


.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Sarau Bem Black: Poesia Samba e Batatinha

.
.
Sarau Bem Black - 01/12
Espaço para a poesia divergente!

.

Sarau Bem Black samba com Batatinha


O coletivo Blackitude – Vozes Negras da Bahia é o responsável pelo Sarau Bem Black – Palavras Faladas da Blackitude, um espaço destinado à valorização da poética divergente. Desde sua primeira edição, acontece às quartas, a partir das 19h:30min, no Sankofa African Bar, Pelourinho.

Sempre com grande estilo, o Sarau já contou com inúmeros visitantes ilustres da Bahia, do Brasil e outros países, sendo, hoje, referência e ponto de encontro para a Negritude da cidade e de fora.


Inspirado do Sarau da Cooperifa – que há nove anos reúne centenas de pessoas, todas as quartas, na periferia paulistana – o Sarau Bem Black constrói sua própria Identidade, adaptando as tradicionais rodas poéticas ao estilo Blackitude, que trabalha com várias vertentes da arte negra, em especial do hip hop.

Por isso, suas noitadas literárias também contam com um Dj residente, Joe, que, a cada semana, toca um estilo musical da Negritude mundial. Ele faz intervenções ao longo da noite com vinhetas e canções da obra de um artista ou grupo musical.

.

Na próxima quarta, 01/12, véspera do Dia do Samba, nada mais apropriado que homenagear o grande sambista soteroplitano Oscar da Penha, o Batatinha, um sambista acima do acima que nos orgulha profundamente com sua música convincente, bela, popular e sofisticada.

Pra quem não sabe, muito antes do antes do por aí, Batatinha já tocava seus afro-sambas na Bahia. Tudo registrado, viu!

Em seu elenco fixo, o sarau conta os rappers Lázaro Erê & Rone Dundum, ambos do grupo Opanijé, que abrem a noite com um cântico-rap para Exu (Encruzilhada) e encerram com outro rap de sua autoria.

Na sequência, entram em cena as poetas mirins Lucinha Black Power e Luiza Gata, no momento denominado “Erês & Trapezunngas”.

Depois das meninas, Nelson Maca comanda a apresentação do Sarau, dividindo o ofício com Iara Nascimento, Lázaro Erê, Sandro Sussuarana e Robson Véio.

Além desse elenco fixo, a noite ainda abre os microfones à participação dos Poeta da platéia, um dos momentos mais empolgantes da noite. Muita surpresa tem surgido aí...

A idéia principal é que o Sarau Bem Black sirva como um espaço aglutinador para quem gosta de ouvir e recitar poesia de forma geral; e também para aqueles que desejam conhecer outras vozes da poética baiana.

O Sarau Bem Black tem caráter um democrático, buscando abrir espaço para todos que queiram mostrar seus versos ou interpretar textos diversos.


SERVIÇO

Evento: Sarau Bem Black – Palavras Faladas da Blackitude
Quando: quarta-feira (01/12/2010)
Horário: 19:30 - Concentração // 20h -Poesia
Onde: Sankofa African Bar
(Rua Frei Vicente, 7, Pelourinho)
Entrada Franca

.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Instinto de Negridade!

Poema: Instindo de Negridade / Autor: Nelson Maca
Livro: Gramática da Ira


..

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

É hoje, hein!!

.
.
É Hoje... É Hoje... É Hoje... É Hoje...
.


O Instituto Palmares de Direitos Humanos - IPDH
e a Editora Letra Capital

Convidam para o lançamento do livro de poesias

.


Tudo que está solto

Èle Semog

Dia 23 de novembro
Bahvna Espaço Cultural
Rua Alagoinhas, 362 - Parque Cruz Aguiar
Rio Vermelho - 18h:30min

.

Toda quarta-feira tem Sarau Bem Black!

.
.
Sarau Bem Black

.

Sankofa African Bar - Pelourinho
Quarta feira - 24.11.10
19:30 - Conc. / 20h - Poesia



Venha e traga seu poema!

A Vibração Poética da Blackitude é Positva!!

Nelson Maca

.

Cooperifa: Sonho ou Realidade?

.
.
"Até parece um sonho que virou verdade"
.


3ª MOSTRA CULTURAL DA COOPERIFA - de 29/11 a 05/12

A Cooperifa completou 9 anos de atividades poeticas na periferia de São Paulo, e para comemorar vai realizar a 3ª MOSTRA CULTURAL que vão do dia 29/11 a 5/12 com atividades que incluem Dança, Literatura, Recreação, Cinema, música, e farta distribuição de livros infantis. Neste ano, toda a programação será voltada para formação de público, por conta disto todos os eventos acontecerão nas escolas públicas (CEU Campo Limpo, EMEI Clarice Lispector, Escola Pracinhas da FEB, Escola Profª Carolina Rennó, Escola Anna Silveira Pedreira, Escola Antônio Ággio, EMEF Mauro Faccio Gonçalves Zacarias e Escola Oliveira Viana) que ficam na região do Jardim São Luiz, Parque Santo Antônio, Jardim Guarujá, Jd. Vaz de Lima e Jardim Ângela, terreno fértil para semear gosto pela leitura e arte em geral. Umpovo que lê, enxerga melhor. graças às parcerias do Centro cultural da Espanha e SESC Santo Amaro, todos os eventos são gartuítos.Será um grande encontro da literatura e arte em geral com a juventude da periferia. E um grande ensaio para a festa de 10 anos da Cooperifa que acontecerá em 2011. Sejam todos bem-vindos(as).

Para conferir toda a programação click aqui

(DIVULGAÇÃO

..................................................................


Tive a honra de participar da II Mostra Cultural da Cooperifa no ano passado. Que experiência maravilhosa! A Cooperifa dá uma aula de como perceber e potencializar as positividades periféricas em prol da igualdade.

Qualquer governo bem intecionado (pelo menos seu secretário de cultura e educação) deveria ter a humildade de sujar seu límpido sapato de verniz na lama crua da rua do povo altivo para saber e entender como a Cooperifa age na base.

E, com esse exemplo, fazer do que já é uma "revolução" sadia - com "r", viu! - na célula um método de ampliação para atacar o tecido doente que tem se tornado a educação e a cultura por culpa dos centros "blindados" que ainda determinam e eternizam as tagédias culturais das cidades. Ou seja, aproveitar as experiências particulares comunitárias como modelos, para "transgredir" a falta de interesse e criatividade de suas gestões públicas universais

Às vezes penso que o Brasil peca pelo excesso de doutores "bem intencionados" que estão longe das realidades que correm além de seus gabinetes, escritórios, laboratórios e jardins.

Cooperifa, meus Parabéns, sempre, pois sei que essa sua III Mostra Cultural não se trata de uma ação eleitoreira pontual ou de uma reação animal iistintiva. Muito menos de um projeto caça-níquel tirado da cartola como se vê tantos por aí (e que captam milhões em incentivos).

Passei dias na Cooperifa em agosto e presenciei a correria louca que faziam à época, para que isso, agora, pudesse acontecer na base: nas escolas públicas e com a juventude principalmente. Tudo no equilíbrio da lógica poética-racional-amorosa altamente cooperativada que te fundamenta há nove anos, em coletivo, e, tenho certeza, presente há bem mais anos na cabeça, coração, pernas e mãos dos indivíduos que te dão organicidade contínua.

Nelson Maca - Cooperifa.BA

.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Jaque (Brasília) manda avisar!

.
.
Latinidades

.
De 24 a 26 de novembro acontecerá a terceira edição do Latinidades, Festival da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha 2010, na Esplanada dos Ministérios. Serão cinco seminários, shows, exibição de curtas e feira afro. O evento acontecerá dentro da Conferência do Desenvolvimento, CODE, promovida pelo Ipea na mesma data.

Toda a programação é gratuita (segue detalhamento em anexo). Para se inscrever nos seminários acesse: www.ipea.gov.br/code

Confira a programação e participe!

Mais informações: grioproducoes@gmail.com/ 61-8571 4531 /www.festivalatinidades.blogspot.com


(DIVULGAÇÃO)

.

Da Família!

.
.
Lançamento / Afrobrasilienses

.

No próximo 23 de novembro, às 19h, serão lançados os curta-metragens Afrobrasilienses, no Centro Comunitário da Universidade de Brasília. O lançamento acontecerá dentro da Pré-conferência do Desenvolvimento organizada pelo Ipea, e, após as exibições, a noite fica por conta dos DJs da conhecida festa Criolina.

Afrobrasilienses é um projeto audiovisual que traz 20 depoimentos de pessoas negras que vivem no Distrito Federal. A idéia surgiu com as comemorações dos cinqüenta anos da capital, quando ficou mais acentuada a reflexão: onde estão os heróis e heroínas negras da cidade? Por que não nos mostram? Quem são as pessoas negras que vivem no DF? O que elas fazem? Como é a auto-estima delas?

Graças ao edital Ideias Criativas para o 20 de novembro, da Fundação Cultural Palmares, o projeto pôde tornar-se realidade. A proposta também lança olhar diferenciado sobre o significado de produção cultural, que passa, necessariamente, pela reprodução e fomento de valores fundamentais, formação de identidades, regate de valores e tradições específicos, além da
capacidade de transversalidade, potencial agregador e gerador de sustentabilidade, auto-estima e reconhecimento.

Ficha Técnica
Direção Geral e Produção: Jaqueline Fernandes
Coordenação e Direção Técnica Câmera e Edição - Chaia Dechen
Cinegrafista: Kevin Yago
Cinegrafista: Adelson Carvalho
Projeto Capa/contracapa: Eudaldo Sobrinho (Neno)
Trilha Sonora: Alisson Melo, Câmbio Negro, Ellen Oléria, GOG, Higo Melo

--
Jaqueline Fernandes
Griô Produções
valores que agregam produção
www.grioproducoes.blogspot.com

(DIVULGAÇÃO)

.

"O que é isso, meu Amor?"

.
.
"Hoje manhã, eu acordei..."

.

O tempo não pára!

Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu sou um cara
Cansado de correr
Na direção contrária
Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
Eu sou mais um cara

Mas se você achar
Que eu tô derrotado
Saiba que ainda estão rolando os dados
Porque o tempo, o tempo não pára

Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára

Eu não tenho data pra comemorar
Às vezes os meus dias são de par em par
Procurando uma agulha num palheiro

Nas noites de frio é melhor nem nascer
Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
E assim nos tornamos brasileiros
Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
Transformam o país inteiro num puteiro
Pois assim se ganha mais dinheiro.


.


Eu quero é botar meu bloco na rua

Há quem diga que eu dormi de touca
Que eu perdi a boca, que eu fugi da briga
Que eu caí do galho e que não vi saída
Que eu morri de medo quando o pau quebrou

Há quem diga que eu não sei de nada
Que eu não sou de nada e não peço desculpas
Que eu não tenho culpa, mas que eu dei bobeira
E que Durango Kid quase me pegou

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar, pra dar e vender

Eu, por mim, queria isso e aquilo
Um quilo mais daquilo, um grilo menos disso
É disso que eu preciso ou não é nada disso
Eu quero é todo mundo nesse carnaval...

(Arnaldo Batista + Cazuza + Sérgio Sampaio)


......................................................

Eu gostaria de dedicar essas memórias de infância e, depois, juventude, para meus grandes amigos de percurso GOG e Sérgio Vaz - dois Poetas que me trouxeram um senso de lateralidade! Porque agora eu sei que as nossas paralelas haviam de se encruzilhar mais dia menos dia, na razão direta da convergência do Eixo-Exu

De mãos dadas, sigo...
um olho no passado e o utro para o futuro!

Nelson Maca em estado Sankofa


*Lá em cima, o encarte é do Afrogueto, um grupo de Rap sempre elevou o orguho do hip hop da Bahia Preta!

.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Olha onde o Maca chegou!!

.
.



Olha onde a
Favela chegou







Leo e Paulo Brasil entrevistam
Nelson Maca (eu-rsrs)







Pra mim: mó Honra!

Acabo de ceder uma entrevista ao "Olha onde a Favela Chegou".

Esse belo Blog é capitaneado pelo Leo e pelo Paulo Brasil, dois parceiros de primeira hora aqui da Bahia Preta.

Para ler clique aqui!

Gostei de responder as questões e fiquei muito feliz por ser respeitado e admirado por pessoas tão próximas que podem flagrar e pesar todos os meus defeitos, desvios e vícios também.

Pode parecer cabotinagem de minha parte, mas acho que vale a pena conferir a conversa. Se não valer pelas minhas idéias, com certeza - para quem ainda não conhece - valerá pelo acesso a um blog muito massa... e importante para nossas movimentações divergentes!

Então: Queeeiiiiiiiiima!!

Nelson Maca - Blackitude.Ba

.

Todo Dia é Dia de Fela!

.
.
Ba Kimbuta de SP mandou avisar:

.

Valeu Ba Kimbuta, tamo junto e isso é apenas o começo da grande febre preta que incendiará o Brasill inteiro, queimando nos corpos esquecidos e nas consciências adormecidas.

Nelson Maca - Blackitude.BA

.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Toda quarta tem Sarau Bem Black

.
.
Quarta feira é dia de:




Sarau Bem Black
Sankofa African Bar - Pelourinho
quarta feira - 17.12.10

19:30 - Concentração
20h - Poesia



Venha e traga seu poema!
A Vibração Poética da Blackitude é Positiva!


Nelson Maca

.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tamo Junto, Poeta!!

.
.




.

Cooperativa Vegan + Sarau Black

.
.
NOITE DE PIZZA

.


Muita pizza e poesia com temática negra, engajada e divergente.

Dia 13 de NOVEMBRO NEGRO de 2010


Com pouco mais de um ano, o Sarau Bem Black, promovido pelo coletivo Blackitude, vem se consolidando como ótima opção nas noites de Quarta-feira no Pelourinho, no Sankofa African Bar. A ideia do sarau é servir como um espaço aglutinador para quem gosta de ouvir e recitar poesia e também para aqueles que desejam conhecer outras vozes da poética baiana.

Esse mês o Novembro é ainda mais negro, pois é lembrado também o centenário da Revolta da Chibata. Deixamos aqui nossa homenagem à João Cândido e ao eterno Zumbi.

E para celebrar tudo isso, estaremos recebendo toda essa magia declamada aqui mesmo em nossa cozinha – e claro, acompanhados sempre de muita pizza e sucos deliciosos!

Garanta sua presença e reserve logo sua vaga!

NOITE DE PIZZA
13 de NOVEMBRO de 2010 18hrs R$10 [entre e coma à vontade]
Rua do Passo, Nº 40, Pelourinho Próximo a Igreja do Carmo
Quer falar conosco?!
(71) 3488 2756 8837 4963 8821 4260

rangovegan@gmail.com

(DIVULGAÇÃO)

.................

Mais uma vez, a Blackitude é convidada para confraternizar com a Copertiva Rango Vegan. Uma honra para nós podermos estabelecer alianças amplas, positivas e solidárias com essa galera do bem. No sábado, 13, estaremos lá em corpo poesia.

Com Respeito,
Nelson Maca


.

domingo, 7 de novembro de 2010

Sarau Bem Black Especial

.
.
Ícone da negritude, Solano Trindade

ganha homenagem no Sarau Bem Black

.


Na edição desta quarta (10/11), evento recebe o cantor e escritor
Zinho Trindade, herdeiro de Solano,
que lança o livro
Tarja Preta em Salvador


No mês da Consciência Negra, o Sarau Bem Black presta homenagem ao poeta e ativista negro Solano Trindade (1908-1974). Na edição desta quarta (10/11), o evento, que acontece no Sankofa African Bar, Pelourinho, recebe como convidado especial o músico e escritor paulista Zinho Trindade, bisneto de Solano. Além de falar da herança artística e política de Solano, Zinho lança em Salvador seu primeiro livro de poemas, Tarja Preta (R$ 15). Estrada gratuita.

.


Realizado pelo coletivo Blackitude, o Sarau começa às 19h, com a exibição do documentário Solano Trindade – 100 Anos, de Alessandro Guedes e Helder Vieira. O filme narra a trajetória de Solano, que nasceu em 1908 em Recife, foi poeta, pintor, ator e folclorista. Escritor

da resistência negra, iniciou suas atividades nos anos 30, escrevendo e organizando eventos importantes como o I e II Congresso Afro-Brasileiro, e o Centro de Cultura Afro-Brasileiro. Solano fixou residência em São Paulo na década de 50, criando, na cidade de Embu, um pólo de cultura e tradições afro-americanas e o Teatro Popular Brasileiro – TPB. Solano publicou os livros Poemas de Uma Vida Simples (1944) e Cantares do Meu Povo (1963).

.


A exibição será seguida de bate-papo sobre Literatura, Hip Hop e Imprensa, com participação de Zinho Trindade, Nelson Maca (Blackitude) e da jornalista Ana Cristina Pereira. A partir das 20h, tem início o já tradicional Sarau Bem Black, com poesias declamadas pelos poetas da Blackitude e microfones abertos à plateia. Antes, durante e depois das intervenções poéticas, o DJ Joe, residente do projeto, tocará músicas do convidado Zinho Trindade e do grupo de
rap baiano Opanijé, que abre e fecha a noitada ao vivo. O bete papao com Nelson Maca e Ana Cristina Pereira integra a Semana Baiana de Hip Hop.
(www.semanabaianadehiphop.wordpress.com)

.


Zinho Trindade


Músico, mc e poeta, iniciou sua carreira no Teatro Popular Solano Trindade (TPST), em São Paulo. Herdeiro da tradição familiar na pesquisa e divulgação da
cultura popular afro-brasileira, Zinho aproxima esta experiência aos ritmos urbanos do Hip-Hop. Atualmente está à frente da banda O Legado de Solano Trindade, com a qual está gravando seu primeiro CD, Resgatando as Raízes. Em setembro passado, Zinho lançou seu primeiro livro, Tarja Preta, organizado pelo poeta e professor Nelson Maca, que reúne poemas e letras de música. O projeto gráfico e a edição do trabalho são do coletivo paulistano Poesia Maloquerista.

:: myspace/zinhotrindade e no www.zinhotrindade.blogspot.com.

>>>>>>>>>>>>>>>>

.


FICHA

Evento: Sarau Bem Black em homenagem a Solano Trindade

Programação: filme, bate-papo, recital poético e lançamento do livro de poemas Tarja Preta, com a presença do autor, o músico e escritor paulista Zinho Trindade.

Local: Sankofa African Bar - Pelourinho

Data: quarta (10/11), a partir das 19h

Entrada Franca

Mais informações: 9130-4618 / blackitude@gmail.com


foto1. Solano Trindadae
foto2. Lázaro Erê
foto3. Zinho Trindade

.


sábado, 6 de novembro de 2010

De Solano a Zinho Trindade

.
.

Solano Trindade
Ícone da Negritude
ganha homenagens em Salvador


Escritor será destaque no IX Encontro do PROLER e nos saraus da Blackitude; eventos, de amanhã a quarta, conta com a pr
esença de Zinho Trindade, seu herdeiro


No mês da Consciência Negra, o coletivo Blackitude e o PROLER Salvador fazem uma parceria para homenagear o poeta e ativista negro Solano Trindade (1908-1974). O escritor pernambucano será destaque na programação do IX Encontro do PROLER, que acontece domingo (07) e segunda (08) na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML), em Nazaré. Também será homenageado nos dois saraus promovidos pela Blackitude: o Sarau Bem Legal, programa infantil que acontece neste domingo, às 11h, também na Monteiro Lobato, e no Sarau bem Black, na próxima quarta-feira (10) no Sankofa African Bar, Pelourinho. As atividades, gratuitas, conta com presença de Zinho Trindade, bisneto do homenageado.


Nascido em 1908 em Recife, Solano foi poeta, pintor, ator e folclorista. Escritor da resistência negra, iniciou suas atividades nos anos 30, escrevendo e participando de eventos importantes como I e do II Congresso Afro-Brasileiro e fundando a Frente Negra Pernambucana e o Centro de Cultura Afro-brasileiro. Solano fixou residência em São Paulo na década de 50, criando, na cidade de Embu, um pólo de cultura e tradições afro-americanas e o Teatro Popular Brasileiro –TPB, onde desenvolveu intensa atividade voltada para o folclore e para a denúncia do racismo. Solano publicou os livros Poemas de Uma Vida Simples (1944) e Cantares do Meu Povo (1963).

.


Para apresentar o trabalho de Solano aos baianos, os evntos contam com a participação especial do músico e escritor Zinho Trindade, bisneto de Solano que abraçou a missão de difundir e atualizar a herança familiar. À frente da banda O Legado de Solano Trindade, Zinho funde expressões da cultura popular tradicional com as novas linguagens da cultura hip hop, Em Salvador, além da presença amanhã na BIML, ele bate-papo com o público do Sarau Bem Black e lança em Salvador seu primeiro livro de poemas, Tarja Preta, lançado em setembro passado. A obra, organizada pelo poeta e professor Nelson Maca, do Coletivo Blackitude, reúne poemas e letras de música. O projeto gráfico e a edição do livro são do coletivo paulistano Poesia Maloquerista.


IX Encontro do PROLER
.


Acontece domingo (7) e segunda (8) na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato. E presta homenagem especial a Solano Trindade. O evento conta mesas temáticas, teatro infanto-juvenil, oficinas, sarau literário e arrastão poético. A abertura será domingo pela manhã, a partir das 9h, com uma mesa sobre a produção e representação política de Solano Trindade, com participação de Zinho Trindade, seguida do já tradicional Sarau Bem Legal. Fechando a manhã, os participantes do evento puxam o Arrastão Poético na Praça Almeida Couto, em frente à Biblioteca. Na segunda, além de Zinho, Nelson Maca, o grafiteiro Neuro e outros participantes do evento ministram oficinas.


Sarau Bem Legal

.


Realizado uma vez por mês na Biblioteca Infantil M
onteiro Lobato, tem com anfitrião o grupo infantil de poesia Este Tal Recital, formado por crianças de 9 a 12 anos. Na edição deste domingo, os poetas mirins declamam poemas clássicos de autoria de Solano Trindade, a exemplo de Tem Gente com Fome, Quem Tá Gemendo? e Abolição Número Dois. Além de Solano, constará no repertório textos dos poetas Sérgio Vaz e Manuel Bandeira, poetas homenageados em edições passadas do sarau. Na área externa da biblioteca, o grafiteiro Finho faz, ao vivo, um retrato de Solano Trindade.


Sarau Bem Black

.


Na quarta (10/11), Zinho Trindade participa do Sarau Bem Black, que acontece no Sankofa African Bar, Pelourinho, e nesta edição integra a Se
mana de Hip hop da Bahia. A programação do sarau, que também rende homenagens a Solano, contará com a exibição do documentário Solano Trindade – 100 Anos, de Alessandro Guedes e Helder Vieira, de bate-papo sobre Literatura e Hip Hop, além de muita poesia declamada pelos poetas da Blackitude e voluntários da plateia. Antes, durante e depois das intervenções poéticas, o DJ Joe, residente do projeto, tocará músicas do convidado Zinho Trindade e do grupo de rap baiano Opanijé, que também integra o Sarau todas as quartas.


Zinho Trindade

.


Músico, mc e poeta, iniciou sua carreira no Teatro Popular Solano Trindade (TPST), em São Paulo. Herdeiro da tradição familiar na pesquisa e divulgação da cultura popular afr
o-brasileira, Zinho aproxima esta experiência aos ritmos urbanos do Hip-Hop. Como músico, atuou com artistas como Z’África Brasil, Slim Rimografia e Wesley Nóog, entre outros. Também participou de muitos eventos sociais como o Movimento pela Regulamentação da Lei do Aprendiz, organizado pela Fundação ABRINQ, Instituto ETHOS e Fundação Gol de Letra. Já como ator atuou em filmes como Canção de Baal (Helena Inês) e Profissão MC (Tony Nogueira e Alessandro Buzo), além da minissérie Antonia, da Globo. Zinho acaba de lançar o livro de poesias Tarja Preta e está em fase de produção de seu primeiro disco solo, Resgatando as Raízes. Atualmente, atua com a banda O Legado de Solano Trindade.

:: myspace/zinhotrindade e no www.zinhotrindade.blogspot.com.


Mais informações: Nelson Maca (9130-4618) / blackitude@gmail.com


.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

sem palavras... mas com atitude... sempre!

.
.


que atitude é essa, black?

...........
.


Blacks com Atitude!!
Até depois do fim...


(Nelson Maca / Poeta Exu)

..

O Legado de Solano Trindade!

.
.

Na Pista com Zinho Trindade

.


num Rolê pela Bahia Preta

sarau bem legal, sarau bem black,
free-style, lançamento de livro
pro-ler, bate papo, oficina,
encontro baiano de hip hop
e muita... mas muita poesia...

Dias 07, 08, 09 e 10...

Logo mais, programação completa!


A Vibração da BlacKitude é Pro-Positiva!!!

Nelson Maca
.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

De Guerreiro pra Guerreiro; de Poeta pra Poeta!

.
.
Uma Rede Autônoma e Solidária

.

Depois das ações positivas com a Blackitude nas linhas da Bahia Preta, a locomotiva se estendeu para a São Paulo, atando-se ao Comboio da Cooperifa do Comandante Sérgio Vaz e ao Trem Suburbano Convicto do Maquinista Alessandro Buzo.

Ei, criança!, isso é só o começo...

Agora é Só Balanço de Nós Por Nós Cooperifados numa Periferia Soberana!

Obrigado Sérgio Vaz; obrigado Alessandro Buzo: por ouvirem minha Voz... por me darem Voz... Por estar com Vós... Sem esquecer de Mim!

Nelson Maca
Exu Encruzilhador de Caminhos

.

PROLER agita a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato

.
.
IX Encontro do PROLER Salvador


.

Neste final de semana (e início da próxima) acontece o encontro "IX Encontro do PROLER Salvador". O evento será sediado na Bilbioteca Infantil Monteiro Lobato, no Bairro de Nazaré. Estarei bastante envolvido tanto no domingo (7) quanto na segunda (8).

.

Domingo participo de uma mesa temática que interpreta e faz homenagem a Solano Trindade, um dos poetas mais destacados da Negritude brasileira. Além da mesa, acontece mais uma edição do Sarau Bem Legal. As crianças do grupo Este Tal Recital, anfitriãs do sarau, também prestarão uma homenagem especial ao fundamental poeta Solano Trindade.

.

A manhã poética sera finalizada com um arrastão poético pelo Largo de Nazaré. Esse importante dia contará coma presença do bisneto de Solano Trindade, o músico, artista popular e também poeta Zinho Trindade.

.

Zinho Trindade participa também na parte das oficinas do PROLER. Elas acontecem na segunda feira - manhã e pela tarde. Como de hábito, o PROLER oferece oficinas ao público. As insrições já estão abertas e devem ser feitas na própria Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (3117.1570).

.

Além de Zinho Trindade e vários outros oficineiros presentes, haverá uma atividade de formação com o grafiteiro Neuro e outra comigo, Nelson Maca. A Blackitude apóia e cola neste evento de fomento à leitura. Inclusive, na ocasião das oficinas, Zinho fará um dos lançamentos - precvistos para Salvador - de seu livro de poesias "Tarja Preta", livro que tive a oportunida de organizar.

Conto com todos nesse final de semana do bem! rsrs

.


Para conferir aporgramação:
http://www.fpc.ba.gov.br/node/969


Com Respeito Sempre!

Nelson Maca
Blackitude: Vozes negras da Bahia
Sarau Bem Black & Sarau Bem Legal
Unversidade Católíca de Salvador

fot0.1 - Crianças do grupo Este Tal Recitas, anfitrião do Sarau Bem Legal, em frente ao graffiti de Neuro (por Érica)
foto.2 - Nelson Maca em performance no Poesia Favela 2010 -Rio de Janeiro (por Maria P.Buzanovsky)
foto.3 - Zinho trindadae (divulgação)
foto.4 - Neuro com alunas da oficina de grafite desenvolvida no Projeto Salvador da FACED-UFBA

............................

Release oficial


Evento marca a solidificação de uma exitosa parceria entre o Programa Nacional de Incentivo à Leitura e a FPC

No início de novembro, a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML), em Nazaré, sediará o IX Encontro do PROLER Salvador e o III Encontro Gestão Fundação Pedro Calmon fruto de uma próspera parceria entre a Fundação Pedro Calmon – FPC/SECULT e PROLER (Programa Nacional de Incentivo à Leitura). Promovido pelo Comitê do PROLER Salvador, coordenado por Rosane Rubim, também diretora da BIML, o evento será realizado nos dias 7 e 8 de novembro, e trará para discussão o tema “Leitura, Memória e Cidadania”. As inscrições estão abertas até 05 de novembro, das 9h às 17h, na Biblioteca.

O evento tem como público alvo professores, bibliotecários e todos aqueles que trabalham com mediação de leitura. A abertura oficial do encontro contará com a presença do diretor da Fundação Pedro Calmon, Prof. Dr. Ubiratan Castro e da Diretora de Bibliotecas Públicas, Kilma Alves. A programação do encontro promoverá a realização de oficinas, palestras, saraus literários e muito mais, assim como o “Sarau Bem Legal”, que já faz parte das atividades da BIML.

Neste ano, o Encontro do PROLER Salvador homenageará Solano Trindade, um dos grandes poetas negros. Dentre as atividades, o poeta será assunto do projeto “História de vida cantada e contada” que reunirá professores e estudiosos. Estão marcadas também a presença de representantes de Bibliotecas Comunitárias, cordelistas, poetas, escritores, atores que participarão do III Arrastão Literário. O encerramento do encontro ficará por conta da Companhia de Teatro Juvenil da BIML, apresentando a peça “Lei 10.639 – Que história é essa?”, que aborda a história e cultura afro-brasileira de forma bem divertida.

Serviço:

O que: o IX Encontro do PROLER Salvador e o II Encontro Gestão Fundação Pedro Calmon

Onde: Na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato– Praça Almeida Couto – Nazaré

Quando: Dias07 e 08 de novembro.

Informações: 71 3117-1570/1433

Assessoria de Comunicação
FPC - Fundação Pedro Calmon - SecultBA
(71) 3116-6918 / 6919
ascom@fpc.ba.gov.br
www.fpc.ba.gov.br
www.cultura.ba.gov.br
http://plugcultura.wordpress.com/

.

Grande poeta e ativista visita Salvador

.
.
Èle Semog lança livro na Bahia

.


O Instituto Palmares de Direitos Humanos - IPDH
e a Editora Letra Capital

Convidam para o lançamento do livro de poesias

Tudo que está solto

Èle Semog

Dia 23 de novembro
Bahvna Espaço Cultural
Rua Alagoinhas, 362 - Parque Cruz Aguiar
Rio Vermelho - 18h:30min

.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Um grande Poeta nosso

.
São Paulo recebe um Grande Poeta!


.
.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Blackitude: Sarau dos Bem Blacks

.
.
Hoje tem Sarau Bem Black, é lógico!



Sarau Bem Black
Sankofa African Bar - Pelourinho
quarta feira - 03 de novemrbo
19:30 Concentração / 20h Poesia


Venha e traga seus poemas!
A Vibração Poética da Blackitude é Positiva!


.

Alejandro Reyes: Sarau Bem Black + Cooperifa

.
.

A rainha do Cine Roma no Sarau Cooperifa

.


Lançamento do livro

.

"A Rainha do Cine Roma"
do mexicano Alejandro Reyes
.
Quarta-feira 3 novembro 20hs45
.
Bar do Zé Batidão
Rua Bartolomeu dos Santos, 797
Periferia-SP


*O romance 'A rainha do Cine Roma" traz a história de Maria Aparecida e Betinho, crianças que se conhecem nas ruas de Salvador e que, unidas pelo sofrimento e pela amizade, atravessam os duros dias de uma vida de abandono.

.............

.

Passamos alguns dias muito bacanas com Alejandro Reyes, incluindo visitas ao Sarau Bem Black e ao ensaio do grupo Este Tal Recital (Sarau Bem Legal). Lançamos o livro "A rainha do Cine Roma" num clima altamente positivo que contou com a exibição do documentário "A música é a arma" - sobre o nigeriano Fela Kuti - e também um bate papo emocionante sobre zapatismo e processos de autonomia social com o próprio Alejandro e com nosso irmão Robson Véio.

.

A
gora, o romancista está em São Paulo. Amanhã ele lança "A rainha..." no templo da Cooperifa, com meu grande amigo Sérgio Vaz e seus warriors. Na quinta participa de evento ao lado de Marcelino Freire e depois na Suburbano Convicto do Bixiga (com o Buzo, Marilda e Tubarão... só gente boa e nossa!)
É isso: uma corrente difícil de quebrar!

Com Respeito,
Nelson Maca - Blackitude.Ba


foto1. Robson Véio, Alejandro Reyes e eu (Nelson Maca)
foto2. Alejandro Reyes & Claudia (México)
com crianças do grupo Este Tal Recital (Sarau Bem Legal)

.