sábado, 18 de outubro de 2008

Compromisso ou Amizade?

.
.

Amizade Com Compromisso

Amanhã, dia 19 de outubro, o Gramática da Ira faz um aninho de idade!

Hoje gostaria de repartir com vocês um dos maiores presentes que recebemos nesses últimos 12 meses de ativismo blogueiro que não quer ser casa da Candinha, estante de egocentrismo nem balcão de venda de produtos perecíveis.

Quero partilhar a amizade, a lucidez e a humildade deste cara das três postagens abaixo: o Robson Véio!
Uma de minhas grandes referências ao lado hoje!

A palavra que ele traz estampado na pele, pode ter certeza, traz também nos atos e tratos!

Mas, não se esqueça, eu já disse isso:
- Ser Simples é muito Complexo!!


Nelson Maca - Fã do Cara
.
.

7 comentários:

Piu Ravell disse...

Ha ..sem duvidas..
eu Vim aki manifestar que também sou fã dessa carinha aê! sou fã e amooo d+!

Chiba D disse...

Antes de arrotar "humildade" muita gnte dessa rapa do hip hop, do rock ou de quelqer desses movimentos Deveria conversar 5 min. com esse cara!! Muito boa a entrevista!! parabéns!!

Opanijé disse...

Certas coisas ainda me fazem acreditar que o ser humano ainda pensa... Parabéns a Maca por estar articulado com gente como Robson e vice-versa! Se em cantos diferentes esses 2 fizeram todo esse barulho, juntos então, ensurdecem a cidade!!!G.P.E.Q.

Axé!!

Luciana Matias & Aspri RBF disse...

Voltei,agora neste tópico.

Quando li a entrevista,várias questões foram descortinando.Uma delas,foi o desejo de conhecer essa super figura,mais do q isso,compartilhar e somar ás suas idéias.Desconhecia esse outro lado do universo Punk,sua filosofia e contextos.Valeu Maca,é a diferença que nos une.
Axé,
Luciana Matias

Nelson Maca disse...

Luciana,
há um filme que o Robson Véio me apresentou em inglês e, hoje, deu-me o mesmo, porém com legenda (vou assistir já já!).
Chama-se Afro-Punk!
Você conhece?
Farei uma cópia pra você!
É preciso manter a coluna ereta, o ouvido aberto, a mente arejada... Sempre!
Eu sei que você sabe das coisas, nega!
Seja sempre bem-vinda por aqui: no Gramática e na cidade!

Nelson Maca

Blequimobiu disse...

já dizia o "..." do D2, família num é sangue, é sintonia... mas se puder ser cumpadi, faça-se

desculpem-me, mais nenhuma novidade pra mim nesta entrevista.

viva-se agora no TAZ!

Luciana Rangel disse...

Parabéns Maca por um ano do Gramática da Ira e pela entrevista com Binho; Eu sou meio suspeita pra falar dele pois além de viver com ele á treze anos, sou sua fã.(número um)hahahah.
Realmente Binho é assim mesmo intenso em tudo que faz, ele se joga de corpo e alma; ele é paixão até o osso.Te amo intensamente.