sábado, 8 de agosto de 2009

FELA DAY - OUTUBRO, 15



Articulação Nacional FELA KUTI!!!

.


Caros Irmãos
, Amigos, Parceiros
,

como vocês podem perceber, tenho levado a frente com muito Amor a tarefa - auto-determinada - de difundir o Pensamento, a Arte e a Ação Política de Fela Anikulapo Kuti.

Nesse sentido, busco meios para realizar o seminário-espetáculo "II Cultura Black na Diáspora: Tributo a Fela Kuti" (no primeiro - em 2007 - homenageamos e debatemos James Brown).

Meu projeto é realizar este seminário em dezembro de 2010. Porém, antes, e em proporção bem menor, realizarei, no dia 15 de outubro, o FELA DAY, por ocasião do aniversário de nascimento de FELA. Este dia já é comemorado em várias partes do mundo (já houve inclusive no Brasil de maneira esparsa).

Com isso a Blackitude entra de vez nessa grande família internacional reunida em torno do Black President!

- Assim será!


.

Porém, hoje, tô sonhando bem mais alto. Resolvi tentar, de maneira apaixonada e urgente (meio maluca até), articular alguns dos parceiros do Brasil para, em bloco, realizarmos o FELA DAY em várias cidades, principalmente capitais.

- Ou seja, vocês!!

E outros irmãos que me lembrarei depois - ou das lembranças e parcerias de vocês, principalmente nos estados não mencionados aqui (BA, BSB, MG, RGS, RJ, SP).

Muita coisa do FELA virá à tona nos próximos meses. Tô acompanhando tudo de maneira privilegiada (depois conto e partilho).

A peça teatral que estava no circuito Off Broadway estréia na Broadway em novembro próximo. Carlos Moore estará por um mês lá, autografando a biografia de sua autoria sobre esse monumental músico nigeriano.

Também está em pré-produção em Hollywood um filme sobre ele (Fela).

Independente disso, o livro do Mestre Moore (lançado na Inglaterra e na França na década de 1980) foi lançado em maio último (2009) nos EUA e está repercutindo bastante. Para se ter uma idéia, está em mãos de Spike Lee, que pode também realizar sua visão cinematográfica "independente" de FELA.

- Ou seja, estou no olho do furacão...

- Quem vem comigo nesta cruzada?


.

Minha proposta estratégica é a seguinte:
- por que vocês não me dão este crédito e vêm comigo? Por que vocês não pensam na possibilidade de realizar, também, o FELA DAY em sua cidade?

Pode ser pequeno e pontual - dentro da estrutura dos projetos que vocês já realizam.

Já pensaram, por exemplo, a X homenageando FELA na Y e no Z ao mesmo tempo em que FELA é lembrado no Espaço W e na Sede de Q, etc e tal. K juntamente com H e P fazendo a mesma parada que a T, enquanto F em parceria com G também apresenta FELa às ua comunidade.

- Viiixe!!!

Posso colaborar no sentido de providenciar material informativo: biografia, dvd, mp3, fotografias, um texto de Carlos Moore, etc.

E quem sabe vocês não se animam em vir em dezembro para o seminário da Blackitude em Salvador...

- Caraio!; só de pensar, arrepia!

Será que consigo compor esta frente de Arte, Amor e Luta!!??

Pensem aí que aguardo daqui, mas tudo é urgentão!


Time will tell...



No mais, sincero Amor pela Causa, sem vaidade nem oportunismo,

Nelson Maca
Exu Atento da Bahia Preta na Encruzilhada da Sua Vida!

Permanentemente em
"Guerra Preta, Estratégia Quilombola!"


.................................

.

Há dois dias, enviei o e-mail acima para vários parceiros-ativistas do Brasil. Vou revelar aqui os nomes e coletivos ou projetos dos que forem colando na história.

Resolvi, agora, publicar o tal e-mail no Blog, pois sempre corremos o risco de esquecer alguém ou mesmo não contar com ativistas que não conhecemos ainda. E também para ampliar o convite para quem quiser entrar nesta frente divergente pró-rebeldia - independente se é da capital, do interior, da zona urbana ou da zona rural.

Faça contato no e-mail (blackitude@gmail.com) que eu retorno...
Firmeza?

Com relação ao suporte que falo no e-mail (obras, informações, etc), logicamente, precisamos discutir particularmente a partir das demandas de cada projeto. E também dos custos, né?

- Não, claro que não pretendo comercializar nada!!
Vocês me conhecem!!

Mas pensem: a biografia, por exemplo, é um livro com 290 páginas. Já pensou eu fazer 20 cópias e mandar para vinte endereços diferentes? Rsrsrssr

- Pois é... precisamos discutir cada caso>
Não é mesmo, Negrossss?

Outra coisa que está me empolgando é que já estou recebendo respostas positivas de pessoas que admiro por serem de Ação.

- Caramba, tenho certeza que vai virar nacionalmente!!!
FELA merece!!!

....................................................

.

Veja aí - abaixo - quem já colou, depois acrescente o nome do Zinho Trindade (Capulanas/Embu-SP) e o Zezzynho (LUB-RJ). Com esses o papo já tá andando n'outros canais da net.
.................................

"Boa noite, Maca

A satisfação é nossa em colaborar para o FELA DAY e Porto Alegre terá o seu. Fecharemos um grupo para realizarmos isso.
Horácio (Filho de Vera Lopes, Irmão de Quênia e Camila / POA)"
.................................

"Preto Maca

Salve , salve / Domingo a gente do Elo vai se reunir pra nossa reunião mensal e com certeza levo esta proposta como linha de frente, mas é certo que podemos somar / pensei na gente fazer um sarau especial com um video de abertura do Fela e fazer cartazes de exposição no bar, além de pesqueisarmos a biografia e as letras para explanar e recitar durante o sarau que vai simultaneo a semana de Salvador / na segunda te escrevo pra ver quais as traquinagens a gente ascendeu por aqui e como vc pode nos ajudar com sugestões e material /Abraço, irmão.
Michel (Sarau Elo-da-Corrente / SP)
..........................

Maca
,
pode mandar o material pra cá. E manda teu telefone também, vamos conversar.
Dudu (Enraizados / RJ)
.................................

Êa, Maca.
Irmão, pode enviar o material, faremos o 4º Encontro Negraria com a temática Fela Day, vamos nos organizar, pra q as agendas não choquem e quem sabe, vc possa vir desta vez, seria genial! / Aguardo anciosamente seu retorno. / È a Confederação Nagô, com a Arte em mente, punhos e coração. / Abraços , carinhosos, fraternos e com meu respeito, sempre.
Luciana Matias (Negraria - MG)
.................................

Fala Nelson Maca
Sou Fábio Emecê, do grupo de rap Bandeira Negra e também do Coletivo H2A - Hip Hop Ativista, diretamente da cidade Cabo Frio - RJ Também sou um entusiasta do Fela Kuti, apesar de pouco material e gostei bastante do que está se propodo a fazer e gostaria de entrar na corrente. Como faremos?
Fabio (Bandeira Negra / Coletivo H2A - HipHop Ativistas - RJ)
.................................

Maca,
vc é incrível, sua empolgação faz a gente gostar de quem vc gosta, cito Carlos Moore, Walê, FELA [...] Quero fazer atividades (Encontro com o Autor), principalmente, como temáticas, podemos armar de eu estar com esse evento na Articulação Nacional FELA! Além disso, posso somar dando destaque no blog e te convido para escrever na coluna do Boletim do Kaos "Espaço Vip das Palavras", texto sobre ele. Quero fazer Encontro com o Autor - Especial Fela, especial Steve Biko, especial Zumbi, especial Mumia Abu Jamal.Nóis q ta
Que mês seria a articulação, não sei se pulei essa informação.....
Alessandro Buzo (Subrbano Convicto - SP)
.................................

ea, mano.
a fita é a seguinte, irmão: é capaz de entre 8 e 18 de outubro eu estar oficinando no cariri, num encontro de ativistas e pensantes pret@s. se vogar, e eu acho que vou saber mesmo apenas no meio de setembro, eu puxo com raiva e amor a proposta de felakutizar juazeiro do norte, pelo menos nos cantos que a gente for alargando. [...]
se não firmar, e dependendo da ripa, que tá forte na formação de professores em embu das artes, tento agilizar com zinho e gaspar uma teia elétrica e fertilizante no teatro solano trindade[...]. AXÉ REAL
Allan da Rosa (Edições Toró - SP)
.................................

Prezado Maca, td bem?
Vc me enviou um e-mail sobre um evento marcado para setembro [...] Também recebi uma outra mensagem sobre o Fela Day, pensei que podemos fazer algo bem bacana no Rádio África, o que acha? Aguardo um retorno seu. Abs,
Mario Sartorello (Radio Educadora – IRDEB - BA)
.................................

Olá, Nelson, achei boas as idéias, faça um artigo seu e mande para o Ìrohìn, com foto sua também. Cordialmente,
Edson Cardodo (Jornal e Site Irhoin).
.................................

Ei, Maca.
Achei excelente a sua iniciativa e, como lhe disse anteriormente, pode contar com meu apoio. Também estou diretamente envolvida com Fela por meio de nosso amigo Carlos Moore, ainda correndo atrás para viabilizarmos a publicação do livro no Brasil.
Acho que, em BH, podemos articular o Fela Day junto com a Luciana Matias (Negraria), que nos lê em cópia. O que vc acha? Abraço forte,
Iris Amâncio (NANDYALA Livraria & Editora - MG)
.................................

Diga aí, Maka!
Tenho um monólogo chamado "O Subterrâneo Jogo do Espírito" inspirado na vida, na luta e na obra de Fela Kuti. Já apresentei aqui no Rio e vou tentar apresentar de novo, viajar, enfim...Vamos falar conforme o andar da carruagem, pra gente homenagear e divulgar cada vez mais a obra dele. Tem uma matéria sobre o trabalho no jb online, intitulada "hipnotizado pelos sons de fela kuti". Vê se vê. Abraço.
Rodrigo (Ator - RJ)
.................................

Salve irmao
pode contar com o apoio do portal rap nacional abs
Mandrake (Portal Rap Nacional)
.................................
.



- Não sei se consigo dormir nos próximos dias..... rsrsrsrs



Neson Maca -
Meio Exu Meio Trapezunga Quase Erê


.

7 comentários:

Jabah Pureza disse...

Olá! Acabei de ser contactado por Balbino da Bahia que me mandou o link desse post.

tenha certeza que haverá um FELA DAY em Recife ou Olinda. farei todo o posssível e impossível para isso acontecer.

temos um experimento em Recife com Aig um bateirista nigeriano que veio estudar engenharia eletrica aqui em Recife e toca afrobeat na bateria desde criança, tendo feito jams inclusive com Femi Kuti em Lagos, onde se criou.

ele e eu temos duas bandas juntos: Aijamas = bateria + baixo + guitarra + trombone

e outra sem nome = bateria + guitarra + software pure data fazendo percussão e baixo.

as duas estavam paradas ha um tempo. essa sua idéia me instigou ferozmente a retomar esses projetos pra se apresentar no dia 15 de outrubro.

abraço forte!
Jabah Pureza

Soul, disse...

Vai rolar isso aqui no Rio...

5ª feira, 15 de outubro
Café Cultural Casa de Jorge (Rua do Rezende, 26 – Lapa)
Tel. 2252-5391/2222-2972
R$15,00
A partir das 22hs

15 de outubro marca o FELA DAY, evento mundial que celebra o nascimento e a figura do nigeriano Fela Kuti, o gênio criador do afrobeat!

Várias cidades espalhadas pelo mundo lembrarão do músico e ativista político panafricanista na data. Não podendo ficar de fora das comemorações, o Rio de Janeiro também já pode dizer que terá sua homenagem ao Black President! A festa CANJA CARIOCA, dando prosseguimento à celebração dos seus 10 anos, realiza uma edição especial exatamente em 15 de outubro, uma 5ª feira, no Café Cultural Casa de Jorge, na Lapa! Nela, comparecem os DJs da MAKULA – no momento, a única festa integralmente dedicada à música africana na cidade – e da QUINTESSENTIAL GROOVES, também de repertório afro! O FELA DAY carioca também conta com a participação de uma banda especialmente formada para o evento e composta pelos melhores músicos que curtem e tocam afrobeat no Rio!

Os DJs da MAKULA são Gustavo Benjão, Lucio Branco e Zé McGill, e, da QUINTESSENTIAL GROOVES, Zebu e Zahle. No set de cada um deles, o afrobeat impera: além do repertório de Fela Kuti, também marca presença o de outros membros do clã (seus filhos Femi e Seun Kuti), membros das bandas Afrika 70 e Egypt 80, que o acompanhavam (Tony Allen, Dele Sosimi e outros) e artistas e bandas contemporâneos que seguem os compassos de “Gentleman” , “Zombie”, “Water no get enemy” etc.

A banda que tocará apenas covers do mestre do afrobeat no FELA DAY é composta por Donatinho (tecladista do Paraphernalia, Vanessa da Matta e Gruva [de afrobeat com ritmos brasileiros]); Thomas Harres (baterista da extinta Fidjus de Cabo Verde); Vitor Gottardi, Pedro Dantas e Claudio Fantinato (respectivamente guitarrista, baixista e percussionista do Sobrado 112), Fabio Lima (saxofonista do Ordinário Groove e Binário), Leandro Joaquim (trompetista do Paraphernalia e Sobrado 112), Zé McGill (DJ da MAKULA e vocalista da banda SereS), Marco Arruda (percussionista do Teto de Zinco) e do referencial Alexandre Garnizé (percussionista pernambucano radicado no Rio).

Seguindo a tradição da CANJA CARIOCA, antes e depois do show, e, no intervalo entre algumas das músicas tocadas pelos DJs, rápidas performances musicais de apelo afro ocorrerão no palco. E, para completar a homenagem, serão projetados no telão filmes como Music is the Weapon (documentário biográfico de Fela) e várias imagens de shows do síndico da Kalakuta Republic!

AFROBEAT NO GO DIE!

RIFFS disse...

Salve Maca!! Já estava tentando articular algo no dia 15 em Homenagem a Fela e vi que vc´s estão aumentando a informação sobre a vida e obra de Fela è isso ai precisamos dessas ações em SSA !!!
SALVE FELA !!!
Precisando estamos ai aumentando a corrente !!!
DJ RIFFS !!!

Rafael disse...

olá. sou apaixonado pelo som mágico do black president FELA

voces sabem como será o FELADAY aqui em brasília?

ajudem..........

alexandre disse...

Salve irmao!!!!A Festa do Rio foi um estrondo!!!Lugar maravilhoso,gente bonita e banda tocando ao vivo os pertados do grande mestre!!Montamos uma banda so pra festa!!Mas resolvemos continuar com a banda,e ja tem no me; ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA!!
Afro Beat no go die!

alexandre disse...

Salve irmao!!!!A Festa do Rio foi um estrondo!!!Lugar maravilhoso,gente bonita e banda tocando ao vivo os pertados do grande mestre!!Montamos uma banda so pra festa!!Mas resolvemos continuar com a banda,e ja tem no me; ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA!!
Afro Beat no go die!

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis prix
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ dove acquistare cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis comprar