domingo, 11 de maio de 2008

Minha Mãe Francisca

.
Aí está minha mãe, esta senhora de cabelos brancos,viu?

Só! Sem palavras!

Ou melhor, sempre gostei de dizer as coisas direto pra ela!
Só nós dois e um bule de café com bolo de fubá temperado também com erva-doce.
Altas madrugadas... "Amo tanto... e de tanto amar..."

Esse aí, na extrema direita (não interpretem mal) é o Beto ou Betão, também conhecido no mundo da música como Betinho, e no mundo dos bares e da noite como Betinho Conhaque. Nasceu José Roberto Gonçalves, mas a vida não tem se adaptado muito a esse nome todo, muito grande e sério talvez. Ele é o primeiro e um dos maiores parceiros que a vida me deu.

Por falar nisso, eu, Nelson Maca, sou esse aí, ó, de camiseta branca e barba.
A Lucinha Black Power (nesse dia, rasta power) é a segunda da esquerda para a direita.
A Luiza Gata, que herdou traços de meu avô materno caboclo-índio, é a primeira da esquerda para a direita, vistosamente de azul e amarelo. As duas são irmãs, sabia?

Essa outra pretinha maluquinha bem à esqueda aí é a Júlia Lindona, a filha do Beto e da Mara, minha sobrinha e prima da Luiza Gata e da Lucinha Black Power que são filhas da Ana C. A Júlia Lindona, quando solta os cabelos, viiiixe, meu Pai Oxalá, fica com um blackão incrívelmente afro. Quase choro de tão linda que ela fica tão africaninha sapeca! Que bom, né, poder assumir nossos cabelos naturais e nos sentir lindos sem nos preocupar com juizos de estranhos!

Eu e o Beto somos filhos da Velha Chica! A Ana C. e a Mara, que não apareceram nesse flagrante familar, são noras da Dona Chica, respectivamente parceiras minha, Nelson Maca, e do Beto, Betão, Betinho!

A Luiza Gata, A Lucinha Black Power e A Julia Lindona são nossas filhas e são netas da Vó Chica!
A Dona Francisca casou com o Seu Laudelino e criaram 12 filhos (sem contar os que não vingaram).
Entre eles, estamos eu e o Beto. Só nos dois, situados entre os 4 mais novos, já praticamos essas três afro-belezuras aí em cima. O Ricardo Silveira, que é nosso sobrinho, sozinho, já empatou com nós dois. Eu tenho um irmão, o mais velho da família, que tem seis. Só para você ter uma idéia, a primeira filha dele, minha sobrinha, é mais velha que eu. É mole?

E assim caminha a nossa parte da humanidade.
Uma história bem longa que ainda pretendo contar com mais detalhes - ao menos para nós mesmos daqui ( de Salvador)- e de lá de casa (de Brasília, de Curitiba, de Maringá, de Niterói, de Santos...).

Então,
tá vendo porque não há palavras para a Dona Francisca?
Porque ela é a "culpada" por nós todos. Culpada por povoar o planeta. Culpada por fortalecer a vida.
Culpada por ter me dado a oportunidade de lutar diariamente por melhores dias por uma família que vem de longe e que nos é anterior!!

África! One People! One Love!

Acho que ser mãe é também isso, não é?
Então, tá, eu aceito, feliz dia das mães a todos!

Como diz o Irmão GOG,
"ainda bem que nem só de tragédias vive a Periferia".

"Amo tanto... e de tanto amar..."
Minha Ira é pleno Amor!
Podem acreditar!!

One Love!! Nelson Maca Filho da Dona Chica


5 comentários:

rodrigo ciríaco disse...

Salve, Maca,

Parabéns pela Linda família. Motivo de orgulho, mesmo.

Grande Abraço,

Rodrigo

Nelson Maca disse...

Rodrigo, você é o cara, nêgo!
Ainda uma família, né Irmão?
Nelson Maca

Anônimo disse...

muito legal o seu blog gostei muito da decoraçao do dias das maes


Um beijao Luiza Gata

Anônimo disse...

papai adoro seu blog esta parte dos dias das maes esta muito legal continue assim.


beijos Lucinha Blak Power

Jeu Martins disse...

Que eu adorei o blog nem precisa dizer né?!
Ta lindão td!!

Bj