terça-feira, 26 de maio de 2009

O CRAQUE!

.
.

O Craque...

.


o craque, como o artista, não se define nem se explica.


Jogar futebol é um dom, divino segundo alguns,


e a experiência mostra que o trabalho, o treinamento, a força de vontade e a perseverança, se podem transformar um jogador medíocre num bom jogador, não bastam para formar um craque.
.


Este nasce feito, exatamente como o artista, para quem o trabalho, o treinamento, a força de vontade e a perseverança

.


são meros exercícios de aprimoramento...


..................

(texto: A história ilustrada do futebol brasileiro)

.

4 comentários:

João Paulo disse...

Só quem é, é!


Aproveite seu talento, trabalhe em cima dele, aprimore o dom e seja o diferencial entre milhões!

Rafael Medeiros dos Santos disse...

Cara, eu vou te abordar pelos corredores da ucsal, gostaria muito de aproximar-me do blacktude.

Nelson Maca disse...

Rafael,
a aproximação da Blackitude deve se dar principalmente frequentando nossos eventos, para, na prática saber como chegamos à cidade.
Com o tempo, as pessoas vão colando e, às vezes, quando menos esperam tão dentro.
Poucos no entanto!
Quanto mais nosso coletivo ganha visibilidade na cidade, maiores são nossos compromissos e necessidade de dedicação. Maior também é o número de deafetos. Ser visível correponde também a ser negado ou confundido! "Panela" é o qe mais gosta de ver em nós alguns... Mas claro que muita gente cola mesmo, nos admira, frequentam não somente shows e bailes e, prrincipalmnte, entendemo valor do preço dos ingressos. Não pulam muro e não ficam dizendo que é favela e tal..
Isso Atitude Black!
Seja bem-vindo quando tiver ações e eventos e traga sempre mais gente, para nos fortalecermos.
Nelson Maca

Nelson Maca disse...

APENAS FAZENDO UMA BREVE REVISÃO RSSR

Rafael,
a aproximação da Blackitude deve se dar, principalmente, frequentando nossos eventos, para, na prática, saber como chegamos à cidade.

Com o tempo, as pessoas vão colando e, às vezes, quando menos esperam, tão dentro.

Poucos no entanto!

Quanto mais nosso coletivo ganha visibilidade na cidade, maiores são nossos compromissos e necessidade de dedicação. Maior também é o número de desafetos. Ser visível corresponde também a ser negado ou confundido!

"Panela" é o que mais gostam de ver em nós alguns...

Mas claro que muita gente cola mesmo, nos admira, frequenta não somente nossos shows e bailes... e, principalmente, entendem o valor do preço dos ingressos qnando são cobrados. Não pulam muro e não ficam dizendo que é favela e tal...

Isso é Atitude Black!
Isso é Blackitude!!

Seja bem-vindo.

Quando tiver ações e eventos, pode trazer mais gente também, para nosso fortalecimento.

Nelson Maca