terça-feira, 17 de junho de 2008

Sérgio Vaz: o texto mais lindo do ano!

.
O Riso do palhaço sem Alegria
................................................... Sérgio Vaz

Outro dia alguém, não sei bem porque e quando, me disse que a vida era um presente divino, e que devíamos saber aproveitá-la, e jamais esquecer de agradecê-la, quem quer que fosse o padrinho. E que por pior que se apresentasse a vida, estar vivo era um milagre dos céus. "Deus sempre sabe o que faz", enfatizou o amigo, filósofo de botequim, cheio de paz no coração e repleto de alegria artificial na cabeça.

Fiquei meio assim com essa idéia de que a vida é um presente, porque outro dia também ouvi de um mendigo agradecido pela sobras de um almoço: "cavalo dado não se olha os dentes", nesse mesmo dia o vira-lata ficou sem o seu almoço na lata de lixo.

As migalhas não escolhem os miseráveis, elas são presentes do acaso.
É preciso estar no lugar certo, na hora certa, nos diz as pessoas que embrulham os presentes. Mas como os pobres e os vira-latas não têm relógio, sempre chegam atrasados. Assim como os ônibus.....

CONTINUA....
no http://www.colecionadordepedras.blogspot.com/

........................................................................................................

- Cara, este texto é bom demais!

Colocá-lo aqui não tem sentido, tem que ser lido lá no seu habitat emocional,
Onde a razão se faz em emoção,
Onde a beleza se apresenta em luta!
Tem que ser lá na catedral poética onde Sérgio Vaz, solidário que é, partilha seu olhar privilegiado da vida e do homem que a justifica com todos nós, pregrinos cotidianos, dando-nos pistas da sala opaca da luz e do aconchego visível do escuro!

Ah! Chega...
o que eu queria mesmo era escrever coisas como
O riso do palhaço sem alegria,
ou Pé de Pato,
ou O milagre da poesia,
ou...

- Viiiixe!!...
Será que eu queria ser o Sérgio Vaz!?

- Sérgio, Com Respeito e Fidelidade,
Nelson Maca - Cooperifa.Ba


2 comentários:

PENSAMENTOS VADIOS disse...

Maca,

sua generosidade é uma das poesias mais lindas que já li. Espero estar a altura da sua amizade.
Espero estar a altura de caminhar lado a lado com este ativista, que através da humildade, faz com que todos sintam-se grande ao seu lado.
Depois que te conheci fiquei mais folgado. é. Estou chamando todo mundo para a briga.
Minha poesia também ficou abusada, anda com o dedo em riste na cara de meio mundo.

Tua amizade fortalece.

Valeu guerreiro,

Sérgio Vaz
Blakitude-SP

Com você por perto,

Nelson Maca disse...

Sergião,
sem palvras, irmão de fé!

Nelson Maca