domingo, 7 de novembro de 2010

Sarau Bem Black Especial

.
.
Ícone da negritude, Solano Trindade

ganha homenagem no Sarau Bem Black

.


Na edição desta quarta (10/11), evento recebe o cantor e escritor
Zinho Trindade, herdeiro de Solano,
que lança o livro
Tarja Preta em Salvador


No mês da Consciência Negra, o Sarau Bem Black presta homenagem ao poeta e ativista negro Solano Trindade (1908-1974). Na edição desta quarta (10/11), o evento, que acontece no Sankofa African Bar, Pelourinho, recebe como convidado especial o músico e escritor paulista Zinho Trindade, bisneto de Solano. Além de falar da herança artística e política de Solano, Zinho lança em Salvador seu primeiro livro de poemas, Tarja Preta (R$ 15). Estrada gratuita.

.


Realizado pelo coletivo Blackitude, o Sarau começa às 19h, com a exibição do documentário Solano Trindade – 100 Anos, de Alessandro Guedes e Helder Vieira. O filme narra a trajetória de Solano, que nasceu em 1908 em Recife, foi poeta, pintor, ator e folclorista. Escritor

da resistência negra, iniciou suas atividades nos anos 30, escrevendo e organizando eventos importantes como o I e II Congresso Afro-Brasileiro, e o Centro de Cultura Afro-Brasileiro. Solano fixou residência em São Paulo na década de 50, criando, na cidade de Embu, um pólo de cultura e tradições afro-americanas e o Teatro Popular Brasileiro – TPB. Solano publicou os livros Poemas de Uma Vida Simples (1944) e Cantares do Meu Povo (1963).

.


A exibição será seguida de bate-papo sobre Literatura, Hip Hop e Imprensa, com participação de Zinho Trindade, Nelson Maca (Blackitude) e da jornalista Ana Cristina Pereira. A partir das 20h, tem início o já tradicional Sarau Bem Black, com poesias declamadas pelos poetas da Blackitude e microfones abertos à plateia. Antes, durante e depois das intervenções poéticas, o DJ Joe, residente do projeto, tocará músicas do convidado Zinho Trindade e do grupo de
rap baiano Opanijé, que abre e fecha a noitada ao vivo. O bete papao com Nelson Maca e Ana Cristina Pereira integra a Semana Baiana de Hip Hop.
(www.semanabaianadehiphop.wordpress.com)

.


Zinho Trindade


Músico, mc e poeta, iniciou sua carreira no Teatro Popular Solano Trindade (TPST), em São Paulo. Herdeiro da tradição familiar na pesquisa e divulgação da
cultura popular afro-brasileira, Zinho aproxima esta experiência aos ritmos urbanos do Hip-Hop. Atualmente está à frente da banda O Legado de Solano Trindade, com a qual está gravando seu primeiro CD, Resgatando as Raízes. Em setembro passado, Zinho lançou seu primeiro livro, Tarja Preta, organizado pelo poeta e professor Nelson Maca, que reúne poemas e letras de música. O projeto gráfico e a edição do trabalho são do coletivo paulistano Poesia Maloquerista.

:: myspace/zinhotrindade e no www.zinhotrindade.blogspot.com.

>>>>>>>>>>>>>>>>

.


FICHA

Evento: Sarau Bem Black em homenagem a Solano Trindade

Programação: filme, bate-papo, recital poético e lançamento do livro de poemas Tarja Preta, com a presença do autor, o músico e escritor paulista Zinho Trindade.

Local: Sankofa African Bar - Pelourinho

Data: quarta (10/11), a partir das 19h

Entrada Franca

Mais informações: 9130-4618 / blackitude@gmail.com


foto1. Solano Trindadae
foto2. Lázaro Erê
foto3. Zinho Trindade

.


Um comentário:

Luis Carlos disse...

Rhesus, rezo, Jesus!

Eva espreitava quando o seu primeiro homem
Saiu por detrás das bananeiras,
Como um Tarzan, abraçado à macaca Chita,
Comido o fruto admitido.
Enciumada trepou nas macieiras
E rompeu o selo do seu prazer:
Foi para Nova Iorque fazer compras
Com o cartão de crédito do glutão.
Por isto hoje temos no sangue
E em Rhesus a prova
Dos crimes.
Fator Rh negativo: ascende a Eva
Fator Rh positivo: descende de Adão.

**********************************

Eu estava sem a bola a turma entrou SOLANO.

Sucesso!


LUÍS CARLOS DE OLIVEIRA ASEOKAYNHA